Translate

sexta-feira, 28 de abril de 2017

NRP Sagres inicia viagem com escalas no Brasil


O NRP Sagres da Marinha Portuguesa suspendeu ontem de Lisboa (Portugal), para uma viagem onde irá escalar os portos do Brasil, Cabo Verde e França e terminará em 9 de setembro.

O primeiro destino do Sagres será Sines (Portugal), onde chegou hoje, para participar do encontro de veleiros na região.

Veja o roteiro do Sagres, em amarelo as escalas no Brasil:

  • 28/04/2017 - Sines (Portugal)
  • 6 a 8/05/2017 - Las Palmas (Espanha)
  • 16 a 19/05/2017 - Mindelo (Cabo Verde)
  • 8 a 13/06/2017 - Rio de Janeiro (RJ)
  • 15 a 18/06/2017 - Santos (SP)
  • 26 a 29/06/2017 - Salvador (BA)
  • 15 a 17/07/2017 - Cidade da Praia (Cabo Verde)
  • 28 a 31/07/2017 - Funchal (Ilha da Madeira, Portugal)
  • 05 a 20/08/2017 - Lisboa (Portugal)
  • 23 a 25/08/2017 - Leixões (Portugal)
  • 31/08 a 03/09/2017 - Le Havre (França)
  • 09/09/2017 - Lisboa (Portugal)

Nos portos de escala, o navio-escola Sagres tem um programa de visitas a bordo, divulgação e representação por parte da sua guarnição, bem como diversos eventos organizados juntamente com os parceiros da Marinha que se associaram a esta viagem.


Sobre o NRP Sagres

O navio veleiro-escola Sagres, possui 89,50 m de LOA, 12 m de boca e deslocamento de 1.727 t (padrão); 1.869 (carregado).

O veleiro é um terceiro de uma série de cinco veleiros da classe Gorch Fock, construído em 1937 pelo estaleiro Blohm & Voss (Alemanha).

Foi construído na época, para desempenhar funções como navio-escola da Marinha Alemã, juntamente com os navios da classe Gorch Fock: o primeiro, que deu o nome à classe, o segundo, ex-Horst Wessel (atual USCGC Eagle), o quarto, Mircea; e o quinto, o Herbert Norkus, destruído antes de ter sido concluído.

No final da Segunda Guerra Mundial, foi capturado pelas forças aliadas dos Estados Unidos, sendo vendido à Marinha do Brasil em 1948, por um valor simbólico de US$ 5.000,00 dólares e renomeado "NE Guanabara", servindo como navio-escola.

Ostentou este nome até 1961, quando foi vendido a Marinha Portuguesa por US$ 150.000,00 dólares e renomeado Sagres Ⅲ.

Nos portos de escala, o navio-escola Sagres tem um programa de visitas a bordo, divulgação e representação por parte da sua guarnição, bem como diversos eventos organizados juntamente com os parceiros da Marinha que se associaram a esta viagem.

Fonte e foto: Marinha Portuguesa
Adaptação de texto: Henrique Ferrinho