Translate

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Maersk Line e Hamburg Süd tem acordo de compra e venda aprovado


Hoje, o acordo de compra e venda da aquisição da Hamburg Süd pela Maersk Line foi aprovado pelos conselhos da Maersk Line e do Grupo Oetker. A aquisição ainda está sujeita a aprovações regulatórias.

A Maersk Line adquirirá a Hamburg Süd por 3,7 bilhões de euros em dinheiro e dívida. A Maersk Line financiará a aquisição por meio de um empréstimo sindicado.

A aquisição está em linha com a estratégia de crescimento da Maersk Line. Representa uma oportunidade única para combinar dois negócios complementares e realizar sinergias operacionais consideráveis, bem como oportunidades comerciais. Combinadas, as duas empresas poderão realizar sinergias operacionais na região de USD 350-400 milhões anualmente durante os primeiros dois anos após a conclusão da transação. 

A Hamburg Süd manterá sua própria estrutura abaixo de suas marcas separadas e espera-se que entregue uma alta retenção de clientes, agregando à agenda de crescimento da Maersk Line.

A rede combinada irá incluir o aumento do número de viagens semanais, tempos de trânsito mais rápidos, mais escalas de porto, chamadas porto-a-porta mais diretas e menos necessidade de transbordo, para os benefícios dos clientes da Maersk Line e da Hamburg Süd. 

As sinergias de custos serão principalmente derivadas da integração e otimização das redes, bem como da aquisição normalizada. Além disso, o portfólio global da APM Terminals se beneficiará do aumento de volumes, especificamente dos muitos investimentos realizados na região da América Latina.

Para continuar e fortalecer o crescimento futuro da Hamburg Süd, a Maersk Line enfatiza seus planos para preservar a proposta de valor do cliente da Hamburg Süd. Também se compromete a manter a presença da Hamburg Süd em Hamburgo, Alemanha, e concordou em alugar a sede local, inicialmente por um período de cinco anos.

Com a aquisição, a Maersk Line e a Hamburg Süd terão uma capacidade total de contêiner de cerca de 3,9 milhões de TEU (3,3 milhões de TEU) e 18,7% (16,0%) de capacidade global (Alphaliner em 24 de abril de 2017). A frota combinada será composta por 743 navios porta-contentores.

O processo de obtenção de aprovações regulatórias está dentro do cronograma. Em 23 de março de 2017, o Departamento de Justiça dos EUA aprovou a proposta de aquisição e, em 10 de abril de 2017, a Comissão Européia aprovou a aquisição proposta, sujeita a condições. 

A Maersk Line espera fechar a transação até o final de 2017. Até então, a Hamburg Süd e a Maersk Line continuarão a operar como empresas separadas e independentes.

Fonte: Maersk
Adaptação de texto: Henrique Ferrinho