Translate

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Navios se abalroam fora de Singapura


O navio petroleiro Alyarmouk colidiu o navio graneleiro Sinar Kapuas a nordeste de Pedra Bana (Singapura) no dia 01/01/2015 por volta das 12:30 UTC e 10:30h pelo horário de Brasília.



A Autoridade Marítima e Portuária de Singapura (Maritime and Port Authority of Singapore) (MPA) foi notificada sobre a colisão no dia seguinte.

Um dos tanques de carga do Alyarmouk foi danificado, resultando no derramamento de cerca de 4.500 t de petróleo bruto.

Considerando-se o tempo e as correntes da maré, as manchas de óleo derramado pode ser afetado parte do norte da Ilha de Bintan (Indonésia).

O MPA informou as autoridades da Malásia e da Indonésia. Esta é uma das partes dos procedimentos operacionais padrão a respeito de combate ao derramamento de óleo comum, no Estreito de Malaca e Singapura.

Duas empresas foram encarregadas de conter e limpar o derramamento. Quatro navios foram enviados para o local, todos equipados com dispersantes, oil booms e skimmers.

Os dois navios que se envolveram na colisão estão fundeados com segurança e permanecem estáveis ​​de acordo com o MPA. Não houve relatos de lesão, e do tráfego no porto e Estreito de Singapura é como de costume.

O MPA está conduzindo uma investigação para determinar as causas da colisão.


Sinar Kapuas em Santos


O Sinar Kapuas escalou Santos duas vezes: 12/10/2012 (TEAG) e 01/05/2013 (Armazém 20/21).


Fotos:
Alyarmouk: Rico Voss - Shipspotting.com
Sinar Kapuas: Rogério Cordeiro - Shipspotting.com

Fonte: VesselFinder
Adaptação de texto: Henrique Ferrinho