Translate

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Incêndio destroi armazém no Porto de Santos


Um incêndio destruiu o armazém no Porto de Santos na tarde de ontem 03/08/2014.

O fogo começou por volta das 16:30h, na esteira entre os armazéns Ⅴ e Ⅹ externo, ambos operados pela Rumo Logística, empresa do Grupo Cosan. O fogo se alastrou para estes armazéns. Segundo a empresa, não houve feridos.


Devido a intervenção do Corpo de Bombeiros, o armazém Ⅴ não ficou destruído diferente do armazém Ⅹ que ficou tomado pelas chamas. A esteira entre os dois armazéns também ficou destruída.


Devido ao incêndio, o armazém 19 está inoperante, já que a esteira destruída ligava diretamente para o armazém, ficando somente o armazém 16/17 em operação, ambos operados pela Rumo.

Esteve envolvidos no trabalho de combate ao incêndio: a brigada de Incêndio o terminal, o Corpo de Bombeiros, Guarda Portuária e algumas empresas portuárias que prestaram apoio. Sete rebocadores também sendo prestaram apoio pelo mar, jogando água para evitar que as chamas se alastrassem para os outros armazéns.

Devido a proporção do incêndio, os navios que estavam atracados aos arredores foram removidos: Kaya Manx (armazém 19) e Gail (armazém 16/17) e SFL Hudson (armazém 20/21), este último já estava programada sua saída antes do incêndio.

De acordo com a empresa, o armazém estavam estocados cerca de 15 mil toneladas de açúcar.

A empresa dará início ao processo de remoção do açúcar queimado e os bombeiros acompanharão o trabalho, já que pode haver novos focos de incêndio. Ainda de acordo com os bombeiros, há risco de desabamento, já que o calor abalou a estrutura do armazém. O local do incêndio está isolado.

O Instituto de Criminalística, da Polícia Civil, realizará uma perícia no local para investigar as causas do incêndio.


Fotos e adaptação de texto: Henrique Ferrinho
Fonte: G1 Santos